Menu
15 de abril de 2021
10º min
16º min
10/12/2020 às 06h01

Com covid, pastor evangélico morre após dois dias de internação


iviagora - cgnews

Foi sepultado nesta quarta-feira, dia 09 de dezembro, José Alberto de Souza, de 66 anos, mais uma vítima da covid-19. José era pastor do Ministério Atos da Justiça, mesma igreja do pastor Gladiston Riekstin de Amorim, conhecido como “Dinho”. O falecimento dele foi nesta terça-feira (8).

Segundo detalhes passados por Moisés Fortes de Andrade, outro pastor da igreja evangélica, José Alberto foi internado no domingo, no hospital militar de Campo Grande, por conta de agravamento do estado de saúde e morreu depois de 2 dias. A esposa de José, que também é pastora, está entubada no mesmo hospital. Ele era coronel aposentado do Exército.

Nas redes sociais, a igreja evangélica publicou mensagem de despedida para José Alberto com uso de um versículo da bíblia. O ministério também chegou a cancelar um culto que seria realizado hoje.

O site Campo Grande News entrou em contato com o Ministério Atos da Justiça e, por telefone, foi informado que outros membros da igreja também estão com covid-19 e que os cultos presenciais continuam, alguns sobre ministração de Gladiston, que ficou mais de 50 dias internado após ter contraído o novo coronavírus. Também foi informado que os protocolos de segurança estão sendo seguidos nas celebrações.

Moisés afirmou à reportagem que a maioria dos frequentadores do ministério já pegaram a covid-19, mas que já estão curados, inclusive ele.

Sobrevivente

Do mesmo ministério, Gladiston Amorim, o pastor Dinho, venceu a covid-19 após ficar 52 internado. Grande parte em UTI. Antes de contrair o novo coronavírus, ele chegou a pensar que a doença fosse no “máximo uma gripe”, como destacou para o Campo Grande News em outro momento.