Polícia Militar Ambiental de Costa Rica passa dois dias averiguando mortandade de peixes no rio Sucuriú

IVIAGORA


Policiais Ambientais de Costa Rica foram acionados por ribeirinhos do rio Sucuriú, moradores do município de Paraíso das Águas, que informavam sobre a mortandade de peixes, que estavam às margens e boiando no rio. A equipe Policial foi ao local, constatou que as denúncias eram verdadeiras e trabalhou entre o dia 12 e ontem (13) na tentativa de localizar a causa das mortes.

Os policiais Militares Ambientais percorreram toda a extensão fluvial afetada e verificaram, que a maior parte foi na represa de uma pequena Central Hidrelétrica (PCH).  Um número considerável de peixes, já estava em estado de putrefação. A equipe solicitou a presença da equipe do laboratório do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL), que realizou coleta de peixes e da água para análise no dia 12.

Os Policiais Militares Ambientais permaneceram em diligências no local para tentar localizar a causa da mortandade, ouvindo pessoas, porém, não conseguiu definir o que poderia ter provocado a morte do pescado. A equipe contou em torno de 80 peixes mortos, todos de espécies exóticas e não nativas da bacia, tais como, tucunaré, tilápia e corvina.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS - (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz