Menu
27 de setembro de 2021
10º min
16º min
24/07/2021 às 10h11

Tanques de vinhaça localizada oferecem precisão na aplicação e menor desperdício de produto


iviagora

Durante os anos prósperos do PróAcool (Programa Nacional do Álcool), a vinhaça - subproduto gerado a partir da destilação do etanol – constituía em um grave problema para as usinas brasileiras. Com uma “produção” de 12 litros para cada 1 litro de etanol, o setor sucroenergético possui um “oceano de vinhaça” à sua disposição. Até aquele momento, porém, ninguém parecia saber ao certo qual fim dar a esse resíduo, já que o escoamento para rios e mananciais é uma prática ambientalmente proibida.

Proprietário da Usina Santa Elisa, de Sertãozinho/SP, o empresário Maurilio Biagi passou a literalmente jogar essa vinhaça nos canaviais mais próximos da unidade. O resultado surpreendeu a todos, uma vez que a produtividade média dessas áreas saltou de 30 Toneladas de Cana por Hectare (TCH) para quase 100 TCH.

De lá para cá, o segmento passou a apostar na aplicação da vinhaça no campo – conhecida agora como fertirrigação – para incrementos de produtividade e longevidade. A forma mais comum de transporte desse resíduo da indústria aos canaviais é por meio de adutoras, que são canais por onde percorre o produto “in natura”. Uma vez no canavial, a vinhaça é bombeada e aplicada por aspersão. 

No entanto, vários são os problemas dessa modalidade, como a impossibilidade de dosar corretamente a quantidade de calda de cada área, resultando em desperdício de nutrientes. Além disso, ao adotarem essa prática, as usinas ficam à mercê de multas ambientais, já que muitas vezes os canaviais fertirrigados estão localizados próximos a rios e nascentes, que podem ser contaminados caso haja algum escoamento indevido.

Visando solucionar esses problemas, o segmento vem apostando num manejo mais racional desse resíduo, que passa a ser concentrado e aplicado localizadamente sobre a linha de cana. Essa modalidade ganha mais adeptos a cada safra, seja pelos ganhos agronômicos e ambientais ou pela redução nos custos, já que é possível adicionar outros nutrientes a essa calda, fazendo uma adubação mais completa e de maior aproveitamento. Outro grande benefício é a possibilidade de aplicação em áreas mais distantes da usina, uma vez que a aspersão é economicamente viável apenas em canaviais com até 20km de distância das unidades produtoras.

O supervisor regional de vendas da Unifibra, José Marcos Bento da Silva, explica que a composição da vinhaça é a grande catalisadora de tantos ganhos agronômicos. “Matéria orgânica, K2O, N e outros micronutrientes necessários à cana fazem parte desse resíduo que, ao ser aplicado no canavial, proporciona uma melhoria contínua no condicionamento do solo, resultando em um ambiente de produção mais propício. Já a grande quantidade de água presente na mesma contribui para minimizar o déficit hídrico.”

A Unifibra é a única do mercado a fabricar tanques off Road para irrigação agrícola. O produto – patenteado e produzido em parceria com a empresa Nonino – já é uma tecnologia consolidada no setor sucroenergético. Desde seu lançamento em meados de 2009, a companhia já comercializou cerca de 500 unidades para centenas de usinas e de grandes canavicultores brasileiros. “É um investimento com retorno rápido. Cada tanque – que pode ser acoplado a uma carreta ou a um caminhão - consegue aplicar a vinhaça de forma localizada em quase 60 hectares por dia,  a modalidade por aspersão faz, no máximo, 25 ha/dia.”

Outros destaques do tanque Off Road da Unifibra incluem: aplicação homogênea e controlada de vinhaça, adubo líquido ou água pura como irrigante; sistema de aplicação controlado por GPS, piloto automático e controlador de líquidos; eixos rodantes com esterçamento nos frontais e traseiros; tanque fabricado em fibra de vidro para maior vida útil; desenvolvido e configurável para diversos tipos de plantio com a possibilidade de escolher a bitola correta; bombeamento eficiente, com capacidade para aplicação de 7.000 a 40.000 litros por hectare; corte de seção que possibilita a aplicação em várias condições permitindo maior eficiência; e possibilidade de abastecimento pelos lados direito e esquerdo.

Além do tanque Off Road para aplicação de vinhaça localizada, a Unifibra oferece também tanques estacionários para armazenamento de adubos líquidos que, posteriormente, serão misturados à vinhaça no campo.

Fonte: CanaOnline