Polícia Civil prende tutor em flagrante e resgata 11 animais em situação de maus-tratos

IVIAGORA


A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista – Decat, com apoio da Coordenadoria de Controle de Zoonoses - CCZ e da Subsecretaria de Bem-Estar Animal – SUBEA atenderam denúncia no bairro Taveirópolis, nesta terça-feira (27), onde efetuou a prisão em flagrante de um homem de 47 anos e resgataram 11 cachorros e uma gata cega e prenha.

Os cães estavam repletos de ectoparasitas (carrapatos) e no piso, paredes, muros e móveis da casa tais parasitas eram presença indisfarçável, integrados à grande quantidade de fezes de animais existente o que, de acordo com os médicos veterinários e a perita criminal que auxiliaram na comprovação da materialidade delitiva (realização de exames de corpo de delito), tornava o ambiente insalubre e potencialmente perigoso à saúde humana e animal.

Maus-tratos e poluição foram as infrações penais imputadas ao tutor no Auto de Prisão em Flagrante, contudo, foi possível também constatar a existência de indícios de possível apropriação de benefícios previdenciários por parte do autuado, fato que será profundamente investigado no inquérito policial.

Para efetuar denúncias sobre crimes ambientais, contatar a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista – DECAT, via email [email protected], inserindo vídeos, fotos e todas as informações disponíveis, garantindo-se o anonimato, desde que solicitado expressamente.