Grávida que morreu em colisão de barcos em MS estava indo fazer exames, diz mãe

IVIAGORA


Adriely de Paulo Costa, de 23 anos, que morreu na noite de terça-feira (10), em um acidente de embarcações, no Rio Paraguai havia saído da fazenda onde morava com seu marido e os dois filhos de 3 e 6 anos para fazer exames. Adriely estava grávida de 5 meses.

“Ainda não sabemos nada sobre meu neto. Acredito que ela (Adriely) estava vindo para fazer exames da gravidez”, disse a mãe, Jocilene Costa, ao site Diário Corumbaense. Duas crianças de 3 anos ainda estão desaparecidas, sendo que um deles é neto de Jocilene.

Segundo a mãe de Adriely, a filha estava na ponta do barco quando houve a colisão, e os ocupantes caíram nas águas do rio Paraguai. “O avô dela faleceu no dia 10 de agosto. E dois anos depois, foi a minha filha”, disse.

A Marinha, por meio da Capitania Fluvial do Pantanal, vai abrir inquérito para apurar as causas do acidente. Ao todo, foram três adultos e 5 crianças resgatados por policiais militares da Capitania Fluvial, levados para o cais do Complexo Naval de Ladário, onde Corpo de Bombeiros e equipe médica do Hospital Naval realizaram os atendimentos.