Superbebê nasce com 5,384 kg, medindo 55 centímetros de comprimento e impressiona pais e médicos

IVIAGORA


 

Carla Puma Santos, de 23 anos, é mãe do "superbebê" Valentim Puma Eler. Segundo ela, o menino mostrou agitação dias após deixar o hospital, mas atualmente está se acostumando com a casa da família. Valetim nasceu na sexta-feira (6) com 5,384 quilos e 55 centímetros de comprimento em Braço do Norte, no Sul catarinense. De acordo com a mãe o pequeno é comilão.

"Não sabia que iria nascer tão grande, mas veio para fazer a gente feliz. Até ele se acostumar com a casa, ficou bastante agitado, isso foi durante uns dois dias. Mas agora está tranquilo, toda mãe se adapta a isso", disse Carla.

Valentim recebeu alta médica junto com a mãe no domingo (8). Os dois estão bem. O bebê é o segundo filho de Carla e Eduardo Eller, de 23 anos.

O médico obstetra José Nazareno foi o responsável por realizar a cesariana. José tem 15 anos de profissão e afirma que até hoje realizou poucos partos onde o bebê apresentou mais de 5 quilos.

Valetim figura como o segundo maior bebê da história profissional de Nazareno. Nas estimativas iniciais, a criança nasceria com, no máximo, 4 quilos.

"No final da gestação da Carla, a gente já tinha noção que o bebê seria grande, mas um grande dentro do normal, com um peso estimado de 4 quilos. No momento do nascimento, realmente impressionou, por ter sido um bebê acima dos 5 quilos. Bebês acima de 5 quilos são bem raros", disse o obstetra.

A médica pediatra Joana Prá também acompanhou o parto. No caso dela, Joaquim foi o primeiro bebê com mais de 5 quilos que ela atendeu. "Quando peguei no colo, já imaginei que tivesse mais do que 5 quilos", disse.

Justificativa

José Nazareno também é ginecologista e acompanha a família do pai de Valetim há alguns anos. Segundo ele, bebês grandes geralmente nascem assim em razão de causas metabólicas maternas, como diabetes ou hipertiroidismo. Contudo no caso do "superbebê", a questão genética foi dominante.

"Conhecendo a família do pai do Valetim, todos eles são pessoas grandes e com genética grande. A avó do Valetim já é minha paciente há muito tempo. No interior, a gente acaba sendo médico de família e conhecendo todos eles. O avô do Valetim tinha mais de dois metros de altura. Enfim, todos com uma genética de serem bem maiores do que as faixas da normalidade", disse o médico.

Após o parto, a médica Joana Prá acompanhou Valentim. Segundo ela, nas primeiras 24 horas, o bebê apresentou hipoglicemia, que foi regulada com uma fórmula especial até a descida efetiva do leite materno da mãe. A pediatra ficará responsável pelo acompanhamento do crescimento de Valetim.

"O acompanhamento pós-natal segue ambulatorial, conforme orientado pela Sociedade Brasileira de Pediatria, 7 dias de vida e mensal até 1 ano de idade. Nessa consulta, avaliamos o adequado ganho de peso e se o aleitamento materno está adequado", disse a pediatra.

Parto

A cesariana foi programada e ocorreu por volta da 8h40. De acordo com o hospital, Carla não apresentou problemas durante a gravidez.

Ainda conforme a unidade hospitalar, ele é um dos maiores bebês nascidos no local nos últimos anos. De acordo com os médicos, os bebês geralmente nascem com peso entre 3 e 3,5 quilos.