Ivonete Mendonça solicitou implantação do CAPS na cidade e um Plano de Saúde para funcionários públicos municipais


Durante a 23ª sessão legislativa ordinária realizada na segunda-feira (30) no plenário da Câmara Municipal de Ivinhema, a vereadora Ivonete Mendonça (PSDB) realizou 3 (três) indicações. Na oportunidade, a sessão foi transmitida em tempo real pela rádio Itapoã FM e pela página do Facebook “Câmara de Ivinhema” para que a população acompanhe o trabalho de cada vereador. 

O primeiro pedido da vereadora foi para que haja a implantação do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) no município de Ivinhema. A solicitação foi endereçada ao Prefeito Juliano Ferro (DEM) e à Secretária de Saúde Zeine Mustafá. 

A vereadora informou sobre a importância deste serviço, que são pontos de atenção estratégicos com serviços de saúde de caráter aberto e comunitário constituído por equipe multiprofissional e que atua sobre a ótica interdisciplinar e realiza prioritariamente atendimento às pessoas com sofrimento ou transtorno mental, incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, em sua área territorial, seja em situações de crise ou nos processos de reabilitação psicossocial e são substitutivos ao modelo asilar, conforme diz o Ministério da Saúde. 

Em outra solicitação, encaminhada também às mesmas autoridades do pedido anterior, foi solicitado estudos de beneficiar os servidores públicos municipais com o Plano de Saúde CASSEMS. “Este plano é um sonho dos nossos servidores. Estive semana passada conversando com o Prefeito e sai de lá otimista pois o mesmo disse que está realizando uma análise para que isso dê certo”, disse Ivonete. 

Em sua ultima indicação, destinada ao Secretário de Obras Jonatan Gregório, além do Prefeito, a vereadora solicitou o cascalhamento da estrada de acesso a lateral da Escola Agrícola até a estrada cascalhada que dá acesso à usina. Pediu também que sejam instalados braços de luz em postes que não possuem na Vila Cristina. 

“Vila Cristina está ficando muito bonita, porém tem problemas de escuridão por muitos postes estarem sem os “braços”. Se colocar nos que faltam, ajudará muito na segurança da população. Já o cascalhamento de cerca de 1km desta estrada é uma reivindicação dos moradores locais”, disse Ivonete.