Polícia Civil de Ivinhema prende autor de homicídio em bar na área central

IVIAGORA


No final da tarde de ontem (14/09), dois dias depois do homicídio ocorrido em um bar na área central da cidade, a Polícia Civil de Ivinhema/MS deu cumprimento ao mandado de prisão expedido contra o autor do crime, um homem de 42 anos.

De acordo com o informado pela Polícia Civil, o acusado se apresentou na delegacia, mas em razão de pedido de prisão formulado pela Polícia Civil de Ivinhema/MS, ele foi preso e interrogado.

 

Conforme apurado pelo site, o crime aconteceu na tarde de quarta-feira (12/10), quando o acusado, após uma discussão com a vítima Elias Duarte, de 40 anos, saiu do bar e foi até uma loja, onde comprou uma faca, retornando ao bar e desferindo uma facada no pescoço de Elias.

A Polícia foi acionada e realizou diligências para prender o autor, mas este se evadiu e não foi preso em flagrante.

Na manhã deste sábado, o responsável pela investigação do homicídio, o delegado titular de Ivinhema, Ricardo Cavagna, foi procurado para dar maiores detalhes.

Em conversa com a reportagem, o delegado disse que a faca utilizada para matar a vítima já tinha sido apreendida e que o autor do homicídio foi identificado poucas horas depois do crime.

“Imediatamente após o crime, policiais civis e militares iniciaram diligências conjuntas para localizar e prender o autor. A faca foi localizada por bombeiros militares e entregue a PM. Através de investigações, nossa equipe conseguiu identificar a alcunha do suspeito e também obter a informação de que ele tinha parentes na cidade de Novo Horizonte do Sul/MS.

A Polícia Civil de Ivinhema/MS repassou essa informação a Polícia Militar de lá e pedimos apoio para verificação da veracidade, sendo que então, os policiais encontraram um familiar do suspeito, o qual confirmou a informação. Da mesma forma, a Polícia Militar de Ivinhema/MS também chegou ao mesmo nome que tínhamos como suspeito.

Assim, numa ação conjunta, tivemos a certeza necessária acerca da autoria, e como procedemos diligências para localizá-lo e o suspeito não foi encontrado, pois estava foragido, a Polícia Civil de Ivinhema/MS representou por sua prisão, no dia seguinte ao crime”, disse o Dr Ricardo.

O delegado disse ainda que diversas diligências foram realizadas pela Polícia Civil nas imediações do bar onde ocorreu o crime, obtendo assim provas da autoria.

“Nossa equipe procurou por imagens do suspeito em câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais próximos do local dos fatos, onde obtivemos as suas características físicas, bem como imagens dele praticando ações relacionadas ao crime.

A partir daí fomos atrás das testemunhas, que foram identificadas pelos nossos investigadores, e imediatamente ouvidas em depoimentos”, contou o delegado.

 

O site ainda indagou acerca de detalhes sobre o crime, como por exemplo a motivação, mas o delegado afirmou que não poderia prestar as informações, para preservar o sigilo do procedimento e não prejudicar as investigações.

Segundo informado pela Polícia Civil de Ivinhema/MS, o acusado foi indiciado pela prática do crime de homicídio duplamente qualificado, pelo motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima.