Menu
22 de novembro de 2019
10º min
16º min
06/11/2019 às 12h06

Angélica - Fotos de pescaria custam caro e homem terá de pagar R$ 3,9 mil


iviagora
Foto: Divulgação/PMA

Captura de peixes da espécie Dourado está proibida

Empresário foi multado em R$ 3,8 mil por pescar e exibir nas redes sociais dois peixes da espécie Dourado e dois da espécie Piracanjuba, cuja captura é proibida por lei. A pescaria alvo das irregularidades ocorreu na semana passada, véspera do período de piracema nos rios do Estado, em Rio Brilhante, em Angélica MS.

 

Policiais Militares Ambientais de Dourados verificaram nas redes sociais, que um empresário postara fotos exibindo dois peixes da espécie Dourado e dois da espécie Piracajnuba, que ele mesmo afirmava ter capturado durante uma pescaria ocorrida na semana passada no Rio Brilhante, no município de Angélica. Ocorre que ambas as espécies estão com pesca proibida.

Uma equipe identificou o infrator (41), residente em Nova Andradina, e foi hoje (6) até a cidade do pescador para proceder sua autuação administrativa (multa). O pescador não negou a captura, mas afirmou que havia soltado os peixes, porém, facilmente identificava-se pelas características no conjunto de fotos que os peixes estavam mortos.

O pescador foi autuado administrativamente e multado de R$ 3.891,00. Ele também responderá pelo crime ambiental de pesca predatória, com pena prevista de um a três anos de detenção.