Menu
29 de setembro de 2020
10º min
16º min
28/01/2020 às 13h57

Ivinhema -Trabalho artesanal feito em presídio leva encanto e ambiente lúdico a crianças em situação de acolhimento


iviagora

Para proporcionar ocupação produtiva a reeducandos do Estabelecimento Penal Masculino de Regime Fechado de Ivinhema, parcerias estão sendo firmadas com a Prefeitura do município. Desta vez, foram confeccionados com mão de obra prisional porta copos, sousplat e jogos de mesa para proporcionar um ambiente ainda mais lúdico para crianças em situação de acolhimento.

A iniciativa foi realizada pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por meio da direção do presídio, e a Secretaria Municipal de Finanças. A instituição beneficiada com as peças foi a Associação "Cantinho Bem-me-quer", que atualmente abriga 15 crianças e adolescentes sob custódia da justiça.

Nas mãos de três internos, as peças foram ganhando diferentes formas e tamanhos, tudo muito colorido, levando alegria e diversão durante as quatro refeições diárias dos jovens.

Conforme o diretor da unidade penal, Leôncio Elídio dos Santos Júnior, a ideia foi unir o trabalho prisional em prol de uma ação social e os reeducandos que desenvolveram as peças já possuíam habilidades antes mesmo da prisão. “Essa parceria foi para atender uma demanda da secretária Nídia Natachi, com o objetivo de levar um ambiente mais lúdico e de esperança para as crianças”, informou.

Para a confecção das peças, a Secretaria Municipal de Finanças forneceu todo o material necessário e os internos receberam remição na pena, conforme estabelece a Lei de Execução Penal.

A coordenadora da Associação “Cantinho Bem-me-quer”, Marcilene Augusto Garcia, parabenizou a qualidade do trabalho desenvolvido pelos internos. “Gratidão é o sentimento que representa toda essa iniciativa, pois nossas crianças e adolescentes ficaram encantados com as doações. Agora a mesa das refeições deles ficou muito mais linda com o colorido e a delicadeza de cada detalhe”, destacou.

Parceria de Sucesso

Dentro da unidade penal de Ivinhema, uma horta cultivada pelos próprios internos tem beneficiado diretamente instituições assistenciais do município. Desenvolvido pela Agepen, por meio da direção do presídio, em parceria com a Prefeitura Municipal de Ivinhema, o projeto conta com o apoio da Câmara Municipal, secretarias municipais de Obras e de Agricultura, e da Igreja Batista.

Além de contribuir na reintegração social dos custodiados, a horta conta com mais de dez tipos de produção, entre verduras e legumes, e tem beneficiado, semanalmente, cinco instituições sociais e filantrópicas.

Dentre elas, são realizadas doações no Hospital Regional Municipal, no Asilo e no projeto “Nova Jerusalém” que atende imigrantes e moradores de rua. Também são atendidas as instituições "Cantinho Bem-me-quer" e a Escola Sagrado Coração, da Igreja Católica.

Neste mês, também iniciaram as doações aos familiares dos custodiados, que estão sendo realizadas uma vez por mês, durante o dia destinado a visitas.

Para o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, ações como essas são mecanismos utilizados pelo sistema penitenciário que incentivam a ressocialização de homens e mulheres em situação de prisão. “Atualmente, temos firmadas 198 parcerias com órgãos públicos e empresas privadas que oferecem ocupação produtiva a mais de 38% da massa carcerária, devolvendo a dignidade e um futuro longe do mundo do crime”, ressaltou.