Menu
29 de setembro de 2020
10º min
16º min
29/01/2020 às 18h54

Ivinhema- Polícia Militar Ambiental de Batayporã embarga atividade de empresa de pulverização de agrotóxico


iviagora

Na tarde de ontem (28), Policiais Militares Ambientais de Batayporã realizaram fiscalização uma empresa de aviação agrícola instalada na Gleba Vitória no Município de Ivinhema e a autuaram por falta de licença e por falta de cuidados em manipulação de produtos perigosos.

A empresa, com sede em São Gabriel do Oeste, prestadora de serviços montou suas instalações para prestação de serviço de pulverização de agrotóxicos com aeronave na Gleba Vitoria e, durante vistoria ao empreendimento, os Policiais constataram que o pátio para lavagem das aeronaves não possuía estação de tratamento dos restos de agrotóxicos das embalagens e, consequentemente a agua e resíduos eram lançados diretamente para uma fossa séptica sem tratamento.

No local vistoriado foi localizado um tanque de combustível com 11.000 litros de querosene de aviação que estavam armazenados em desconformidade com a legislação vigente e não havia licença do órgão ambiental para trabalho naquela área. Diante das irregularidades o pátio para lavagem dos aviões foi embargado e a empresa teve suas atividades parcialmente suspensas, assim como o combustível armazenado sem licenciamento foi apreendido e a bomba de abastecimento lacrada.

Tanque irregular de abastecimento das aeronaves.

Os proprietários do empreendimento foram notificados a apresentarem projeto de adequação quanto as irregularidades, junto ao órgão ambiental competente. Depois das apurações em processo administrativo que será aberto pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), a empresa poderá ser multada entre R$ 5 mil à R$ 10 milhões, conforme a previsão do Decreto Federal 6.514/2008.