Menu
8 de abril de 2020
10º min
16º min
09/02/2020 às 21h33

Idoso é multado em R$ 28 mil por exploração de madeira e caça ilegal em área protegida


iviagora

Um idoso de 60 anos, assentado em uma área de preservação permanente, foi autuado e multado na tarde deste sábado (8), por várias infrações e crimes ambientais na zona rural de Aquidauana.

Segundo a ocorrência, uma equipe da Polícia Militar Ambiental (PMA), realizava fiscalização ambiental na região do assentamento Indaiá III, a 40 quilômetros da cidade de Aquidauana, quando localizaram na área de reserva legal coletiva do assentamento (área protegida), duas áreas de desmatamento e exploração de madeira, além de armadilhas de captura de animais silvestres armadas na mata.

Os policiais seguiram as pistas de retirada de madeira e chegaram até a residência do autor dos crimes. No pátio do lote, perto da casa, foram encontradas toras de madeira, uma motosserra e madeira serrada retirada da área de reserva legal do assentamento, além de três armadilhas de caça.

O infrator confessou os crimes e dentro da casa dele ainda foram encontradas seis cabeças de tucano que o assentado havia abatido, além de quatro rifles de caça calibre 22 e 126 munições do mesmo calibre, uma espingarda calibre 28 e dois cartuchos carregados do mesmo calibre. Todo o armamento estava sem documentação. A madeira, motosserra, armadilhas, armas e munições foram apreendidos.

O idoso recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde foi autuado em flagrante e responderá em liberdade por crime ambiental de caça ilegal, com pena prevista de seis meses a ano de detenção, por exploração ilegal de madeira em área protegida, com pena prevista de um a três anos de detenção e por posse ilegal de arma de fogo, cuja pena é de um a três anos de detenção. Ele também foi multado em R$ 28 mil pelas infrações.

 
Madeira apreendida na residência do idoso — Foto: PMA/Divulgação