Menu
11 de agosto de 2020
10º min
16º min
21/02/2020 às 16h43

Agentes municipais são treinados para atender assentados em Mato Grosso do Sul


iviagora

Servidores de oito prefeituras municipais de Mato Grosso do Sul receberam capacitação pelo Incra para atendimento ao público da reforma agrária. O treinamento ocorreu nos dias 20 e 21 de fevereiro na superintendência regional da autarquia, em Campo Grande (MS).

O curso é resultante de acordos de cooperação técnicas firmados em 2018 pelo Incra em Mato Grosso do Sul com prefeituras do estado, com o objetivo de realizar locação de recursos humanos e materiais para uma atuação conjunta em atividades de interesse comum, como o atendimento à população dos assentamentos da região, com técnicos atuando nas Salas da Cidadania nos municípios, bem como na supervisão ocupacional diretamente nas áreas de reforma agrária.

Durante o treinamento foram apresentados os trabalhos do Incra, os aspectos administrativos e legais sobre a Sala da Cidadania, as orientações sobre a operacionalização do Crédito Instalação e as diretrizes sobre as atividades de supervisão ocupacional que serão executadas nos lotes dos assentamentos.

Na ocasião, foram capacitados agentes das prefeituras de Batayporã, Dois Irmãos do Buriti, Ivinhema, Japorã, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina e Selvíria. Os técnicos destas prefeituras deverão atender, aproximadamente, 5,4 mil famílias assentadas.

“Fizemos o treinamento com este primeiro grupo para que possam dar suporte para as pessoas que procuram o Incra, para resolver algumas questões no município. Depois estenderemos esta capacitação para outras localidades. Não será tudo que poderá ser resolvido localmente, mas muitas questões poderão ser solucionadas nas Salas da Cidadania”, explicou o superintendente regional do Incra/MS, Antônio de Castro Vieira.

“O principal é o atendimento: como será recepcionado aquele senhor ou aquela senhora que vem do campo e precisa encaminhar alguma demanda. Nós temos oito Salas da Cidadania aqui recebendo estas instruções e que poderão nos ajudar”, completou Vieira.