Menu
1 de junho de 2020
10º min
16º min
02/05/2020 às 08h26

Empréstimo MEI: como funciona e os cuidados antes de contratar


iviagora - terraempresas

O que é preciso para ser MEI

Microempreendedor Individual (MEI) se caracteriza por ter um faturamento de no máximo R$ 81 mil por ano, não pode ser sócio, administrador ou titular de outra empresa e é necessário ter apenas um funcionário contratado. Além disso, deve exercer uma das atividades permitidas ao MEI. 

Como funciona o empréstimo para MEI

Apesar de ter um pequeno negócio, o MEI também pode solicitar empréstimos. As instituições financeiras têm até uma linha exclusiva de crédito com vantagens para esse tipo de empresa, o microcrédito

Essa é uma modalidade de empréstimo de pequeno valor, geralmente até R$ 20 mil. Dentre as vantagens do microcrédito, destacamos as taxas de juros menores e uma maior facilidade na obtenção do dinheiro, já que a burocracia é menor e o processo mais rápido. 

Entretanto, para solicitar um empréstimo é necessário provar que o valor será utilizado para gerar lucros para a empresa. 

Quais são os requisitos para MEI pegar empréstimo 

Além disso, é importante fazer um bom planejamento financeiro e pesquisar a respeito, para escolher uma instituição financeira que ofereça uma opção que esteja de acordo com o seu orçamento, pois cada banco tem suas taxas e regras para efetivação do crédito. 

As exigências para solicitar um microcrédito variam de acordo com o banco, mas geralmente será solicitado:

  •  RG, CPF, comprovante de residência e Certificado do MEI;
  • comprovante de renda (o ideal é apresentar o seu e o da sua empresa, para facilitar a aprovação do empréstimo);
  • Plano de Investimento: apresente os motivos pelo qual a sua empresa precisa do crédito e qual será a destinação do recurso. 

Outros serviços financeiros para MEI

Quem é MEI têm acesso a uma série de serviços financeiros, como utilização de cartão de crédito e débito em pessoa jurídica. Veja algumas possibilidades:

  • conta corrente para empresa;
  • investimentos em conta de pessoa jurídica;
  • máquinas de cobrança em débito e crédito;
  • seguro para empresa. 

Os cuidados que o MEI deve tomar com o crédito

Como as exigências para solicitar essa linha de crédito são menores, é fundamental redobrar a atenção na hora de pedir o serviço, para evitar o endividamento e cumprir o projeto de investimento. Veja algumas dicas: 

  1. Faça um planejamento

Coloque no papel qual o investimento você pretende fazer no seu negócio, como ele pode ser feito, qual o valor será necessário e quanto de retorno ele dará. Tudo isso para você saber exatamente quanto de crédito precisa e qual o retorno estimado.

2. Pesquise!

As taxas e as regras dos bancos não são iguais. Pesquise para que você consiga o melhor microempréstimo para sua empresa.

3. Separe as despesas pessoais

É fundamental saber separar o seu dinheiro pessoal do dinheiro da empresa, para não se perder nas finanças e acabar se endividando. Para essa organização, o ideal é utilizar um sistema de gestão com controle financeiro e conta bancária integrada. 

Uma boa aposta pode ser a Cobre Fácil, um sistema que gerencia e faz a emissão de boleto, cuidando dos recebimentos do seu negócio, com integração bancária. Assim, o dinheiro que entra ao longo do mês, fica separado, em uma conta específica da empresa, facilitando a organização dos recebimentos e do faturamento

4. Programe o pagamento do empréstimo

Saiba exatamente de onde virá o pagamento do crédito contratado e tenha suas finanças bem organizadas. Além de manter a saúde financeira, evita dor de cabeça com a desorganização. 

Como funciona o empréstimo para MEI com restrição

Não são todas as instituições financeiras que aprovam a solicitação de crédito para empresa MEI com CNPJ sujo, no SPC, Serasa ou em cartório, mas alguns aceitam o empréstimo com base em outros fatores. 

Nesse contexto, é provável que as taxas e os juros aumentem, diante do risco maior de não receber. As opções também tendem a ser mais restritas e o mais comum é penhora de bens ou refinanciamento de carro.

No entanto, vale tentar, pois o empréstimo pode ser uma boa solução para quitar as pendências, voltar a ter crédito no mercado e fazer com que o seu negócio cresça.