Menu
8 de julho de 2020
10º min
16º min
11/06/2020 às 06h50

Quatro anos depois, Gilberto mantém grupo unido para buscar reeleição


iviagora - novanews

Quatro anos depois de reunir lideranças de diversas correntes partidárias para enfrentar o então prefeito Roberto Hashioka (PSDB), Gilberto Garcia (PL) conseguiu manter o grupo unido em busca de sua reeleição em 2020.

Principal articulador de 2016, o vereador Marião da Saúde foi a única baixa. O parlamentar deixou o PL para se filiar no PSB, buscando se viabilizar na disputa pelo comando da Prefeitura de Nova Andradina.

 

Até mesmo o PDT, que chegou a anunciar a pré-candidatura de Milton Sena, seguirá com o grupo. O vereador Antonio Tomaz, por exemplo, já assumiu a liderança de Gilberto Garcia na Câmara.

Quanto à vaga de vice, tudo indica para a manutenção do atual vice-prefeito Nenão, repetindo a dobradinha PL x MDB. Se vencer em 2020, Gilberto fará sua terceira gestão, se igualando a Hashioka como prefeito com mais mandatos na história de Nova Andradina.

Os dois, aliás, se revezam no poder há 20 anos, desde 2001, quando Hashioka foi eleito pela primeira vez, tendo Gilberto como seu secretário até 2008, ano em que se afastou da função para disputar e vencer as eleições.

Enfraquecido pelo BDO em 2012, Gilberto não disputou a reeleição, cedendo vez a Hashioka. No entanto, com o rompimento das lideranças no decorrer do mandato passado, ambos se enfrentaram nas urnas em 2016, quando Gilberto venceu por 27 votos de diferença.