Menu
6 de agosto de 2020
10º min
16º min
21/07/2020 às 09h39

Rede CoronaVidas realiza doação de protetores faciais no município de Ivinhema


iviagora

Rede CoronaVidas realizou doação de protetores faciais no município de Ivinhema, os protetores foram distribuídos para autoridades militares e civis, defensoria, promotoria, entidades e secretaria municipal de saúde.

Aqui no município de Ivinhema a usina Adecoagro e Sicredi fazem parte dessa rede.

A BPW DOURADOS ABRAÇA A REDE DE SOLIDARIEDADE PARA PRODUÇÃO E DOAÇÃO DE 20 MIL PROTETORES FACIAIS À PROFISSIONAIS DA SAÚDE E OUTROS SETORES PÚBLICOS DO ESTADO.

 A convite da Defensora Pública de Dourados, Mariza Fátima Gonçalves, a BPW Dourados – Associação de Mulheres de Negócios, por meio de suas Comissões de Saúde e de Negócios, em conjunto com a Associação Leilodom e a 2ª Defensoria Pública do Consumidor de Dourados, trazem para o estado, a rede CoronaVidas – Hub MS/Dourados.

E temos grandes parceiros no projeto: UNIGRAN, Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) – Campus Dourados, Fiocruz/MS. Com apoio da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), da Secretaria Estadual de Saúde do MS, da Defensoria Pública do MS e da empresa Quimiplast (propriedade de Wilson Marchesin).

Ressaltamos que a ação “EPIS do Bem” continuará a ser realizada de forma integrada com as ações do CoronaVidas – Hub MS/Dourados.

O QUE É O CORONAVIDAS?

 É um coletivo de voluntários, que agrega professores, pesquisadores de diferentes instituições de ensino públicas e privadas, em conjunto com a sociedade civil, entusiastas da tecnologia, ONGs, empresas e instituições parceiras. O projeto reúne iniciativas para enfrentamento e combate ao coronavírus no contexto da pandemia, trabalhando em rede para conectar pessoas, com o objetivo de salvar vidas.

O CoronaVidas nasceu em Feira de Santana, na Bahia, idealizado e coordenado pelos professores e pesquisadores Antônio Cordeiro (Instituto Federal da Bahia/Unopar Candeias), Fábio Barreto (IFBA) e Leandro Brito, da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). Com a coordenação de comunicação da professora da Universidade Federal do Oeste da Bahia, a jornalista Fernanda Vasques Ferreira.

Buscando a ampliação da sua rede de atuação o projeto se expandiu pelo Brasil passando a ter ações em 14 cidades nos estados da Bahia, Amazonas, São Paulo e Rio de Janeiro.

 Em meados de abril, iniciaram-se as tratativas com os parceiros para a implantação e desenvolvimento do CoronaVidas – Hub MS/Dourados

OBJETIVO DO HUB MS/DOURADOS

O principal objetivo do Hub MS/Dourados é a produção de 20 mil protetores faciais (face shields), com a utilização da injeção de plástico, proposta desenvolvida na Bahia e trazida para o Mato Grosso do Sul pela coordenação nacional do Corona Vidas. Os protetores faciais serão doados para atender as demandas dos 79 municípios, com início das entregas previsto para maio.

 Serão atendidos, prioritariamente, o setor de saúde, seguido dos setores de segurança, assistência social e administrativo de atendimento ao público. Destacamos que buscaremos atender a todas as unidades e instituições públicas do estado, após o atendimento dessa demanda, se houver disponibilidade, o setor privado poderá ser atendido, com prioridade para o setor da saúde.

 FACES SHIELDS E SUA IMPORTÂNCIA AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Os protetores faciais (faces shields), atualmente são considerados equipamentos de proteção individual muito importantes, particularmente para os profi­ssionais de saúde da linha de frente no combate a COVID-19. O uso dos protetores faciais em conjunto com outros meios de proteção aumentam de forma significativa a proteção biológica à infecção pelo Sars-CoV-2, o novo coronavírus.

 Ampliando assim as condições de segurança no trabalho e reduzindo os riscos de transmissão comunitária.

BPW E LEILODOM NA CAPTAÇÃO DE RECURSOS

A diretoria da BPW Dourados e da Associação Leilodom convidam as nossas associadas para abraçar o CoronaVidas – Hub MS/Dourados. Seja por meio de seus empreendimentos ou até nos ajudando na captação de recursos junto a empresas locais (comércio, indústrias e prestadores de serviços.

 Ressaltamos que a totalidade dos recursos arrecadados serão investidos diretamente na produção dos equipamentos de proteção. A divulgação da prestação de contas destes recursos será feita de forma detalhada e ampla, através dos canais de comunicação do CoronaVidas e de parceiros do Hub MS/Dourados.

 BPW Dourados 67 99853-7515 Associação Leilodom 67 99971-1190 PARCEIROS Leilão Beneficente Leilo @coronavidasmsdourados @coronavidasmsdourados Mais informações: www.coronavidas.net Instagram o­cial: @coronavidaso­cial