Menu
20 de outubro de 2020
10º min
16º min
28/07/2020 às 22h16

Após dois meses de saldo negativo, em junho MS volta a ter mais contratações que demissões


iviagora - g1/ms

A variação foi de 0,28%, a sétima do Brasil. Foi o melhor desempenho do estado no trimestre.

Mato Grosso do Sul registrou em junho um saldo positivo de 1.433 vagas de emprego formais, na relação entre contratações e demissões. A variação foi de 0,28%, a sétima do Brasil. Foi o melhor desempenho do estado no trimestre.

Em abril e maio o resultado havia sido negativo, segundo dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), do Ministério da Economia, divulgados nesta terça-feira (28).

De acordo com o Novo Caged, dos cinco macro setores da economia sul-mato-grossense quatro mais admitiram do que demitiram trabalhadores no mês passado:

 

  • Agricultura – 526 vagas
  • Indústria – 704
  • Construção – 50
  • Comércio – 373

 

O único macro segmento que teve saldo negativo no mês foi o de serviços, com redução de 220 vagas.

Apesar do bom resultado de junho, no acumulado de seis meses de 2020, Mato Grosso do Sul tem resultado negativo, de fechamento de 617 postos de trabalho formais, variação de 0,12%.

O estado, que iniciou o ano com um estoque de 515.005 vagas de emprego formal, chegou ao fim de junho com 513.432 postos de trabalho com carteira assinada.