Menu
25 de setembro de 2020
10º min
16º min
10/08/2020 às 21h03

Polícia prende homem suspeito de estuprar 10 mulheres após oferecer vagas de emprego em SP


iviagora

A polícia prendeu nesta segunda-feira (10) em Bataguassu, no interior de Mato Grosso do Sul, um homem suspeito de cometer pelo menos dez estupros na cidade de São Paulo. Carlos Antonio de Jesus da Silva, de 50 anos, estava escondido na casa de parentes depois de ter fugido há três semanas de São Paulo.

A prisão foi uma ação conjunta entre a Polícia Civil de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, e Carlos deve ser transferido nesta terça-feira (11) para a capital paulista.

O criminoso atraía as vítimas oferecendo vagas de trabalho por mensagens de celular.

"Ele me encontrou em frente a um hospital. A gente foi até uma padaria que era em frente.Ele conversou, meio que fez a entrevista comigo, disse que iria ter uma equipe num hotel, que estava tudo certo para a gente fazer uma sessão de fotos”, conta uma das vítimas.

Um vídeo de câmeras de segurança mostra ele e a moça andando juntos na rua, a caminho do hotel no Cambuci, no Centro de São Paulo, onde o estupro foi cometido em outubro de 2019.

A vítima fez boletim de ocorrência e disse às amigas para ficarem atentas se recebessem mensagens com oferta de emprego de algum desconhecido.

Meses depois, em julho deste ano, uma das amigas acabou recebendo uma mensagem muito parecida, do mesmo criminoso, mas que se identificou com outro nome.

Elas avisaram a polícia, que tentou prender o criminoso. Em outro vídeo, Carlos aparece correndo, logo depois de tentar atropelar uma investigadora. O carro dele foi abandonado com as marcas de tiros disparados pela policial.

Dentro do veículo, os policiais encontraram um distintivo falso da Polícia Civil, que o estuprador usava para intimidar as vítimas.

A fuga durou três semanas, até Carlos ser preso nesta segunda-feira.