Menu
30 de setembro de 2020
10º min
16º min
18/08/2020 às 22h49

Chuva de granizo deixa chão coberto de gelo e causa prejuízo em Minas Gerais


iviagora

Uma forte chuva de granizo atingiu os municípios mineiros de Andradas, Santa Rita de Caldas, Ipuiuna e Ibitiúra de Minas, na madrugada desta terça-feira, 18. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o choque da frente fria que avança pelo Sudeste e as temperaturas elevadas dos últimos dias causaram a precipitação.

Willem Guilherme de Araújo, gerente regional da Emater, afirma que, além de lavouras de café, foram afetados parreirais e plantações de hortaliças desses quatro municípios. “Extensionistas estão em campo, verificando a porcentagem de área atingida e quais são os prejuízos que ocorreram”, diz.

No caso do café, segundo ele, 20% das lavouras foram afetadas em menor ou maior grau. “Podemos antecipar que a maioria já foi colhida, então isso minimiza o prejuízo. Mas no próximo ano, que já seria de safra baixa, o produtor com certeza não vai obter produção nessas áreas”, frisa.

Ele orienta os produtores a procurarem as instituições financeiras para comunicar as perdas. “Aqueles que têm financiamentos do Pronaf [Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar] principalmente, em alguns casos, são passíveis de seguro dependendo da cultura”, pontua.

 

Além disso, a comunicação vai ajudar a Emater a montar um projeto de atendimento para ajudar os produtores. “A maioria dos financiamentos estão por vencer agora em setembro e outubro, e o produtor vai precisar de recursos para se recuperar desse incidente, que está se tornando comum no sul de Minas Gerais no período que vai de agosto a outubro”, diz.

Estragos

Em Ibitiúra de Minas, as ruas ficaram cobertas por blocos de gelo, paralisando o tráfego. Os ventos destruíram parte da propriedade do presidente da Associação dos Produtores de Leite de Santa Rita de Caldas e Região (Aprol), Juliano Barbosa. “A gente ficou preocupado com a família. Não sabíamos se estava acontecendo nas nossas casas o que estava acontecendo aqui no galpão”, diz.

Segundo Barbosa, produtores de hortaliça da região perderam tudo. “Judiou bem da turma. Foi um fenômeno com o qual não estamos acostumados, não nesta intensidade. Foi muito forte, muito vento e muita pedra”, conta.

Santa Rita de Caldas ficou alagada, deixando animais desabrigados. O fenômeno causou prejuízos também em plantações de hortaliças e o chão ficou repleto de gelo.