Menu
29 de setembro de 2020
10º min
16º min
20/08/2020 às 10h46

'Foi uma vitória ela ter suportado 4 horas na chuva e no frio', diz vizinha que socorreu bebê abandonado em caixa de papelão


iviagora - RPC

O bebê recém-nascido que foi abandonado dentro de uma caixa de papelão na calçada, em Cidade Gaúcha, no noroeste do Paraná, ficou quatro horas na chuva e no frio até ser encontrada por moradores da região, segundo a Polícia Civil.

"A gente já falou que o nome dela era Vitória, porque ela foi uma grande guerreira, já foi uma vitória ela ter suportado quatro horas na chuva e no frio e ter sobrevivido", afirmou Elisângela Alves Pereira, que ajudou a socorrer a criança.

As imagens das câmeras de segurança mostram um carro deixando a menina de apenas cinco dias de vida por volta das 17h de terça-feira (18). Às 21h, um vizinho que ouviu os choros da criança foi até o local para socorrê-la.

Os moradores que encontraram o bebê chamaram Elisângela, que socorreu a criança com cobertores e uma mamadeira, e chamou a polícia.

"Todo mundo ficou trêmulo, correndo para acudir, pra socorrer a vida daquela criança. De início, a gente não sabia ha quanto tempo ela estava ali. Estava chovendo o tempo todo, muito frio, e ela estava roxinha", afirmou a vizinha.

Elisângela chamou a polícia após um vizinho dela encontrar a criança na calçada, em Cidade Gaúcha — Foto: Reprodução/RPC

Os moradores usaram cobertores para tentar esquentar a criança até a chegada da Polícia Militar e do Conselho Tutelar.

Segundo a polícia, o bebê ainda estava com o cordão umbilical. A criança foi socorrida pelo Samu e encaminhada para atendimento médico.

A criança esta internada no Hospital São Paulo, em Cianorte, para passar por exames, mas o estado de saúde dela é ótimo, segundo o hospital.

Criança foi abandonada em uma caixa de papelão, em Cidade Gaúcha — Foto: Reprodução/RPC
 

 

Investigação

 

A Polícia Civil investiga o caso e tenta identificar quem deixou o bebê na rua.

Segundo o delegado Luciano Delta, imagens de câmeras de segurança na região estão sendo analisadas. A polícia também está verificando os registros dos hospitais da região para identificar os partos realizados ao longo da semana.

Os responsáveis podem ser indiciados por abandono de incapaz e tentativa de homicídio, segundo a polícia.