Menu
29 de setembro de 2020
10º min
16º min
25/08/2020 às 06h54

Atendimento para emissão do RG é reduzido por conta da pandemia do Coronavírus


iviagora

Para atender as normas de biossegurança, por conta da pandemia de Coronavírus que assola o mundo, o atendimento para a emissão da cédula de identidade (RG) está funcionando de forma reduzida em Mato Grosso do Sul. O intervalo entre um atendimento e outro que antes era de 15 minutos, com a Covid-19 passou para 30 minutos.

O diretor do Instituto de Identificação, Márcio Cristiano Paroba, explica que para atender o protocolo estabelecido pelos órgãos de saúde, o número de atendentes nos postos também foi reduzido, mesmo assim houve aumento expressivo na procura pelo RG durante o período de pandemia. “Em dias normais nós tínhamos uma média de 600 a 700 atendimentos por dia no estado, hoje estamos com uma demanda bem superior a isso”, explica.

Como medida para conter o avanço do Coronavírus, evitar aglomerações nos postos de identificação e preservar a vida e saúde dos servidores e dos usuários, o Instituto de Identificação passou a controlar os agendamentos. “Antes nós abríamos as agendas para 60 ou 90 dias, agora estamos abrindo os agendamentos a cada 15 dias”, esclarece Paroba.

A última abertura para o agendamento para a emissão do RG aconteceu no dia 14 deste mês, para atendimentos entre os dias 17 e 31 de agosto. A próxima agenda será aberta no dia 1º de setembro, para atendimentos até o dia 15. Conforme o diretor do Instituto de Identificação, como houve um aumento na procura pela emissão do RG, principalmente da segunda via do documento, as vagas estão acabando muito rápido.

Apenas emergências

Paroba pede que durante a pandemia façam o agendamento para emitir a carteira de identidade apenas aquelas pessoas que precisam do documento para resolver alguma questão com recebimento de salário/benefícios, fichamento em emprego, tratamento médico ou viagens inadiáveis. “A recomendação é que as pessoas só agendem e compareçam aos postos de identificação se realmente estiverem precisando do documento”, alerta.

Para aqueles casos comprovadamente emergenciais e que o usuário não pode esperar pelo agendamento, a orientação é procurar um posto de identificação mais próximo. “Nesse caso a pessoa leva documentos que comprovem a urgência da emissão da identidade e, constatando a urgência, nós vamos fazer um encaixe para o atendimento, se não no mesmo dia, o mais breve possível”, garante.

Lockdown

Nos municípios onde está sendo decretado o lockdown, os atendimentos estão sendo suspensos. Nesses casos, ao fim da quarentena o usuário que perdeu o agendamento deve procurar novamente o Posto de Identificação, apresentar comprovante anterior para reagendar o atendimento.

Como agendar

Para ter acesso ao atendimento eletrônico, o usuário deve acessar na internet o endereço http://servicos.sejusp.ms.gov.br/, escolher o posto mais próximo ou o local que tiver a data desejada, preencher o formulário e confirmar o agendamento. Na página, o cidadão será informado em relação aos documentos necessários para obtenção da nova identidade ou da segunda emissão, e receberá por e-mail a confirmação do agendamento, com data, hora e o protocolo de agendamento do atendimento, com código de barras.

Na página da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) na internet, que pode ser acessada clicando aqui, o usuário encontra todas as informações de como proceder para emitir a primeira e segunda vida da carteira de identidade, bem como os endereços dos Postos de Identificação.