Menu
30 de setembro de 2020
10º min
16º min
01/09/2020 às 07h15

Setembro terá tempo seco e calorão; chuva deve chegar junto com a primavera


iviagora

As condições climáticas de temperaturas elevadas, baixa umidade do ar e falta de chuva registradas nos últimos dias, deverão se manter em setembro, ao menos até a chegada da primavera. É o que indica o prognóstico elaborado pelo Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) com base nos dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

Dados de climatologia indicam chuvas ligeiramente acima da média para o mês nas regiões sudoeste e sul do Estado com acumulados de até 160 milímetros, especialmente após o início da primavera no dia 22 de setembro. Nas demais áreas o acumulado de chuva estará abaixo do esperado, com volume máximo de 45 milímetros. Essa condição está associada a massa de ar seco que deve continuar atuando no Estado (coloração em amarelo e alaranjado do mapa). Conforme o Cemtec, não há estimativa para chuva para Mato Grosso do Sul ao menos até o dia 16 de setembro. A expectativa é que as chuvas se iniciem gradativamente com a chegada da nova estação, seguindo tendência histórica. 

Setembro continuará quente com a massa de ar seco predominando durante quase todo o mês, enfraquecendo gradativamente após o início da primavera.  A climatologia indica que as temperaturas estarão acima da média com as máximas podendo atingir os 36°C na maior parte do Estado, sendo a região pantaneira a mais quente com temperaturas de até 38°C (coloração em alaranjado no mapa). 

Previsão para esta terça-feira

Para esta terça-feira (1) o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) estima céu claro a parcialmente nublado em todas as regiões do Estado, e não há expectativa de chuva.

A umidade relativa do ar tem ligeira melhora na madrugada e início do dia, porém terá queda significativa durante a tarde. A variação está estimada em 80% a 15%, considerado estado de alerta a saúde pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Entre as recomendações para aliviar o desconforto estão: ingerir bastante líquido, evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, usar hidratante na pele, umidificar ambientes, fazer refeições leves, evitar aglomerações, e redobrar atenção com idosos e crianças.

Segundo o Cemtec, as temperaturas estarão levemente mais baixas no extremo oeste Estado, mas de modo geral as temperaturas estarão elevadas com uma grande amplitude térmica. A mínima está estimada em 17°C e a máxima em 40°C. Para a Capital variação está estimada em 22°C a 35°C.

Mireli Obando, Subcom